São Paulo, 16 de dezembro de 2019
Home / Gestão e Assitência / Protocolos

Protocolos


Administração do Quimioterápico Taxol (Paclitaxel)
Colaboração: Sérgio Luz
Número do Protocolo: 166
03/03/2010
A A A

 

Finalidades:

- Administrar medicação anti-neoplásica taxol via endovenosa.

 

Material Necessário:

- 01 suporte de soro; 01 bandeja; solução a ser administrada; 01 equipo próprio para a infusão de taxol; 01 álcool Swab; caixa de perfuro cortante; 01 conector se necessário, EPI’s: 01 avental de pano manga longa, 01 máscara comum, 01 óculos de proteção, 01 par de luvas de procedimento.

 

Pré - Execução:

- Observar prescrição médica;

- Certificar-se dos cinco certos;

- Preparar material necessário;

- Identificar-se;

- Checar o leito e o nome do cliente;

- Orientar o cliente quanto ao procedimento;

- Conferir o rótulo da solução com nome do cliente, número do leito, solução prescrita, número de gotas por minuto, horário de início e término e assinatura;

- Lavar as mãos.

 

Execução:

- Paramentar-se com EPI’s;

- Adaptar o equipo próprio para administração ao frasco da solução;

- Retirar o ar e fechar o circuito do equipo, respeitando a técnica asséptica;

- Levar o material e a solução próximo ao leito do cliente;

- Realizar a antissepsia da conexão com álcool swab;

- Instalar o equipo ao cateter venoso ou conexão;

- Deixar o cliente confortável e com a campainha a seu alcance;

- Manter o ambiente em ordem.

 

 

 Pós - Execução:

- Desprezar o material utilizado em caixa pérfuro cortante identificada para resíduo quimico;

- Retirar EPI’s;

- Lavar as mãos;

- Checar o horário da instalação da solução na prescrição;

- Realizar as anotações necessárias;

- Supervisionar e avaliar, continuamente, o procedimento realizado.

 

Avaliação:                                                                                     

- Checar a permeabilidade do cateter durante a infusão;

- Controlar o volume e  horário;

- Mensurar os dados vitais;

-Observar infiltração tecidual.

 

Riscos/ Tomada de Decisão:

- Derramamento no ambiente: Utilizar EPI, secar com papel absorvente e desprezar na caixa de resíduo químico, solicitar o Setor  de Higiene e Limpeza para higienizar o local.

- Infiltração tecidual: suspender infusão e comunicar ao médico;

- Alteração nos parâmetros vitais do cliente (hipotensão, dispnéia,taquicardia): mensurar dados vitais, comunicar alteração ao médico;

- Reação aguda (rubor, urticária, erupção cutânea, febre, sudorese): suspender a infusão e comunicar ao médico;

- Acidente ocupacional com solução de quimioterapia na face e pele do colaborador: lavar local exposto com soro fisiológico e seguir orientações do Setor de Segurança do Trabalho.

 

 






Voltar   |   Imprimir   |   Indicar por e-mail