São Paulo, 9 de dezembro de 2019
Home / Gestão e Assitência / Protocolos

Protocolos


Administração de medicação via auricular
Colaboração: Sérgio Luz
Número do Protocolo: 046
15/12/2009
A A A

 

Finalidades:

- Administração de medicação para absorção pelo canal auditivo.

 

Material Necessário:

- 01 bandeja; 01 par de luvas de procedimento;Gaze não esterilizada; Medicação prescrita. 

 

Pré - Execução:

- Conferir prescrição médica ( medicamento, dose, horário, via de administração, paciente);

- Lavar as mãos;

- Preparar o material e colocar em bandeja.

 

Execução:

- Identificar-se;

- Confirmar o nome e o leito do paciente;

- Orientar o paciente e/ou acompanhante quanto ao procedimento;

- Lavar as mãos e calçar luvas;

- Posicionar o paciente deitado, sentado ou exposição semi-Fowler, com o ouvido que irá receber a medicação virado

para cima;

- Realizar higienização do ouvido, caso necessário;

- Puxar a aurícula para cima e para trás ( para adultos e crianças maiores de três anos ) ou para baixo e para  trás ( para crianças menores de três anos), suavemente, com auxílio da mão não-dominante;

- Administrar a medicação, mantendo o conta-gotas 1 a 2 cm de distnância;

- Orientar o paciente a manter-se na posição de 02 a 03 minutos;

- Limpar a região auricular com gaze, se necessário;

- Realizar higienização do conta-gotas com o auxílio da gaze;

- Manter o paciente confortável, com a campainha ao seu alcance e o ambiente organizado.

 

Pós Execução:

- Desprezar o material utilizado em local pré – determinado;

- Realizar higienização da bandeja com álcool à 70%;

- Lavar as mãos;

- Checar prescrição médica;

- Realizar anotação de enfermagem, caso intercorrências.

 

Avaliação:                                                                                      

- Administração correta do medicamento, atingindo seus efeitos terapêuticos.

 

Riscos / Tomada de Decisão:

- Reação alérgica: comunicar ao médico a presença de sinais e sintomas;

- Efeitos colaterais: observar presença de efeitos colaterais; comunicar ao médico a presença de sinais e sintomas;

- Não realização do procedimento por recusa do paciente, alterações anatômicas ou obstrução mecânica: comunicar ao médico.

 

 

 

 

 






Voltar   |   Imprimir   |   Indicar por e-mail