São Paulo, 30 de August de 2015
Home / Notícias / Fraude no Samu: enfermeiros podem estar envolvidos

Notícias

Fraude no Samu: enfermeiros podem estar envolvidos

Um esquema de fraude na saúde pública de Ferraz de Vasconcelos foi descoberto neste domingo, após a médica Thauane Nunes Ferreira, de 29 anos, ser flagrada por policiais usando seis dedos de silicone para marcar ponto para colegas. O caso ocorreu por volta das 7h deste domingo, no Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) da cidade.

 

Com o consentimento do Ministério Público, a Guarda Municipal da cidade fez imagens do momento em que a médica usava os dedos de silicone para registrar horários de outros profissionais.

 

Após o flagrante, Thauane foi levada para a delegacia, onde denunciou o esquema, que envolveria 11 médicos, 20 enfermeiros e teria organização do coordenador do Samu na cidade, Jorge Cury. Segundo o boletim de ocorrência, a médica confessou que fazia os registros para outros médicos a mando de Cury.

 

Thauane vai responder por falsificação de documento público. A médica chegou a ser detida, mas o advogado dela, Celestino Gomes Antunes, solicitou um hábeas corpus e ela vai responder em liberdade.

 

O advogado Celestino Gomes Antunes Celestino Gomes disse que a cliente só fazia as marcações “em função do emprego, era uma condição de sua contratação”.

 

Jorge Cury negou que tivesse conhecimento da fraude e disse que visita o Samu todos os domingos. “Nunca faltou funcionário lá. Hoje que não fui, aconteceu isso”, defendeu.

 

Na tarde desta segunda-feira, o prefeito de Ferraz de Vasconcelos, Acir Filló (PSDB), fará uma coletiva de imprensa para anunciar quais serão as providências tomadas com Thauane e os outros envolvidos no esquema.